Aos 30 e Quem sou Eu?

Em 20.02.2017   Arquivado em Terapiando

“Quero me encontrar, mas não sei onde estou / acho que não sei quem sou, só sei do que não gosto…”

Você pode ter me conhecido com 5 anos de idade, 15 anos ou até mesmo desde quando nasci.
Mas a mulher que eu sou hoje, a mulher que eu me tornei, poucos conhecem. E quando digo poucos, talvez 2 pessoas. Mentira, ninguém me conhece porque eu mesma não me conheço.

Sempre acreditei que qualquer caminho servia quando não se sabe para onde quer ir, mas descobri que não é assim que as coisas acontecem. Quando nos perdemos – dentro de nós mesmos principalmente – caminhamos sem rumo, sem foco, apenas existindo. Mas é extremamente frustrante se dar conta que não chegou a lugar algum. Que não fez nada. Que apenas existiu.
Venho existindo há 30 anos, com algumas realizações breves no meio do caminho, mas sem fazer ideia de quem eu sou, do que eu gosto e para onde quero ir. Tenho ciência do contrário, sei exatamente o que não quero viver, sentir, fazer, receber. E só.

No momento minha apresentação se resume a:
“Meu nome é Talita, tenho 30 anos, uma filha e uma gata.”
E eu me permito querer fazer desse ponto uma continuação, quero finalmente escrever minha história com riqueza de sentimentos, detalhes e seguindo as minhas vontades. Posso não saber ainda quais são, mas tenho certeza que em breve irei descobrir.

Até mais.

  • Lara Mello

    Em 20.02.2017

    Engraçado que eu sempre achei que estava sozinha nesse barco, afinal, pra todo mundo parece ser muito fácil ter 30 anos, enquanto comigo, só estou aqui tentando entender o que acontece comigo.

    Te amo =**